Opinião – Ciclo Vicioso

May 26, 2010 at 8:22 pm Leave a comment

Por Ketlin Brito

Se você é como eu e não entende muito desse universo futebolístico (afinal esse é o objetivo do blog – explicar!), aconchegue-se em sua cadeira que eu vou te mostrar como ele é mais simples e monótono do que parece. Gostaria de deixar, logo de início, bem claro que não sou contra futebol e muito menos contra programas esportivos de TV que é o assunto desse texto.

Tenho o maior respeito por esses profissionais, mas entendo que o “sistema” está em piloto automático. Explico. Você já percebeu que nas entrevistas feitas pelos jornalistas são sempre as mesmas perguntas com as mesmas respostas? Não? Mesmo que você não seja fã de futebol, com certeza já ouviu essas frases: “Qual a estratégia de vocês pra esse jogo?”, “o que o técnico disse no vestiário? e “você acha que tem chance de chegar à seleção?”. As respostas então, não poderiam ser diferentes: “Nós temos que respeitar o adversário”, “não somos os favoritos, vai ser um jogo difícil”, “vamos procurar trabalhar nisso durante a semana” enós ganhamos o jogo pela maneira como entramos em campo”. Tudo na base do clichezão!

Outro fato que pra mim é triste, porém hilário, são algumas pérolas que encontramos nessas entrevistas. Coisas bizarras, que agridem aos ouvidos como quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe”, “o meu clube estava à beira do precipício, mas tomou a decisão correta: Deu um passo à frente”, “na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar e o meu preferido: “Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana”. Quanta sabedoria!

Outro problema que detectei foi a insistência desse formato jornalístico em relembrar o passado. Parece que quando falta assunto, tudo o que sobra é comentar lances e recordar grandes jogadas. Quantas vezes já vimos gols de Pelé e Zico, por exemplo?

Parece que o sociólogo francês Baudrillard, em seu livro Simulacro e Simulações, na qual foi baseado o filme Matrix, estava certo. Ele reflete que a sociedade vive em um ciclo de repetição constante e seu argumento encontra-se na experiência de saturação de imagens, no excesso de informações e conteúdos com os quais nos deparamos na vida cotidiana.

Com esse pensamento, deixo aqui o meu apelo para os jornalistas e torcedores brasileiros, especialmente nessa época de Copa. Por favor, vamos usar a criatividade que temos e o senso crítico na hora de fazer o programa ou na hora de assistir aos mesmos.

E viva a Copa!

Entry filed under: Pronto, falei!!!. Tags: .

Seleção espanhola “por fora” durante a Copa A regra é clara???

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Categories

Twitter

Error: Twitter did not respond. Please wait a few minutes and refresh this page.


%d bloggers like this: